Luto no esporte

Dia muito triste esse 29 de novembro de 2016. A queda do avião que levava de carreira que levava a equipe do Chapecoense para Medellin, na Colômbia, foi uma tragédia para o time e para a imprensa esportiva. São 71 mortos e cinco sobreviventes, segundo as informações mais recentes. Das equipes de jornalismo, 21 profissionais morreram.

Sempre ouvi falar que colocar uma equipe inteira – seja de atletas ou mesmo de diretores de uma empresa – num mesmo voo era desaconselhável. O acidente desta madrugada na Colômbia comprova a tesa.

É muito pouco provável que ocorra, mas quando acontece a tragédia é imensa.

Mas pouco se pode fazer no caso das equipes esportivas, especialmente na América Latina, onde os calendários são apertados e oferta de voos, limitada.

Luto!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s