Sem partido, sim

Conversa rápida agora pouco no Face com o amigo Kraw Penas, sobre as mudanças em estudo no currículo do ensino médio. Repito aqui o que disse a ele:

Escola deve ensinar história, sociologia e política de forma isenta, sem forçar a barra nem à esquerda, nem à direita ou centro. Professor militante que repete mantras e dogmas partidários está prestando um desserviço aos seus alunos. Portanto, não pode “vender” o peixe de ninguém. Não é ético. 

Na verdade, imoral é a qualidade do ensino público que temos no Brasil. Isso é muito mais profundo do que no currículo a disciplina ser obrigatória ou optativa (não gosto dessa palavra!). Essa vergonha brasileira não foi sequer tocada pelos nossos governos da ditadura e pós-ditadura. Nenhum fez a carroça andar para frente. Só para traz, ribanceira abaixo. Nenhum.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s